Patas na Rede

sexta-feira, setembro 22, 2006

Crueldades com animais de circos

Crueldade com animais de circos

Ir a circos para ver as acrobacias de animais selvagens e até mesmo dos animais dóceis, nos parece muito divertido. Acreditamos que aqueles animais são bem tratados e felizes mas desconhecemos sua realidade. Não sabemos que nos divertimos às custas de animais humilhados, torturados e escravizados.


Todos os dias animais de grande porte como leões, tigres e elefantes são maltratados por seus tratadores. Ficam acorrentados, levam surras e muitos ficam sem comida por algum tempo e com pouca água para beber. Enfrentam longas viagens dentro de suas jaulas apertadas e logo que chegam ao seu destino são obrigados a ir direto ao trabalho. Eles não têm folga.

O pior é que as pessoas que trabalham com estes animais não têm um preparo mais aprofundado. Tudo o que sabem é bater nos animais. Nos treinos a regra é: não fez o que deveria, apanha com barras de metal pontiaguda. Os gritos dos bichos são tão altos que podem ser ouvidos de muito longe e as cicatrizes ficam visíveis a quem quiser ver.


Mesmo que estes animais fossem tratados com carinho ainda não seriam felizes. Leões, tigres, hipopótamos, elefantes, chimpanzés, ursos, foram criados para viverem livres, em um espaço enorme. A vida nos circos é totalmente o contrário. Passam a juventude acorrentados e quando chegam à velhice são levados para zoológicos ou são abandonados nas ruas, mas ainda presos em jaulas. Alguns nem chegam a ficar velhos. Morrem nas longas viagens por não terem água nem comida e ter pouco espaço.

Muitos acidentes ocorrem dentro de circos e até nas ruas. Um exemplo é do elefante fêmea Madu, que era do Circo de Nápoli. De tanto ser maltratada ficou com estresse e acabou atirando seu tratador longe e depois o pisoteou. A elefanta, que já provocou a morte de três tratadores, ficou agressiva por causa dos maus-tratos, falta de alimentação e trabalho forçado.

Os ursos têm as patas dianteiras queimadas se não se equilibrarem somente em duas patas; chimpanzés têm os dentes arrancados para não morder o público; elefantes apanham com bastões de ferro; tigres e leões ficam presos em jaulas onde mal conseguem se movimentar. Todos são deixados sem comida e água para os seus tratadores conseguirem controlá-los. E por que ainda continuamos indo a circos que fazem todo esse mau aos animais?

Existem circos que não trabalham com animais. Apenas trapezistas, equilibristas, palhaços, malabaristas, mágicos e acrobatas são responsáveis pelo espetáculo que nos diverte.

Clique aqui e veja a lista de circos do Brasil e de outros países que não trabalham com animais.

Vamos fazer a nossa parte para ajudar esses animais que sofrem para divertir seres humanos. O mínimo que podemos fazer é deixar de ir a circos que praticam esses maus-tratos.

4 Comentários:

  • Às 7:57 PM , Anonymous matheus disse...

    eu acho também um absurdo os animasi no circo.mais vcs naum acham q prender um animal dentro de casa tb é uma sacanagem naum é opção deles

     
  • Às 2:18 PM , Anonymous Nirleide disse...

    Além dos animais de circo, outros também precisam de atenção aos maus tratos. Por exemplo passarinhos que vivem engaiolados, expostos, para satisfazer o ego e o prazer humano.

    PARABÉNS!,pelo blog e pelas postagens muito bem escritas e informativas, principalemnte essa sobre os animais de circo!!!
    Valeu Paulinha!!!

     
  • Às 7:07 PM , Anonymous jo disse...

    quando vejo animais recebendo maus tratos fico triste. o circo e' so' uma cortina que separa o espetaculo do verdadeiro.
    parabens paula

     
  • Às 9:51 AM , Anonymous Anônimo disse...

    eu estou fazendo um trabalho na escola sobre isso e queria saber dos cavalos se vc puder me ajudar eu agradeço!!!!

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial